ENCONTRO de CAIXEIROS

“Enquanto o mundo contemporâneo contempla o megashow, a Broadway, superproduções teatrais, ainda resta neste mundo de tsunamis, terremotos e enchentes a poesia da cena para o individual, usando como recurso o objeto de cena minúsculo que nasce para se reafirmar.”

 

Paulo Fontes – Cia Gente Falante

1º Festejo Mundial em Rede

24 Anos de Lambe-lambe

É o encontro de várias caixas de Teatro Lambe-lambe que  se realiza em situações e datas pontuais, em diversos espaços ou eventos,  com a participação de vários caixeiros. 

O Encontro é uma ação  de fomento do Teatro Lambe-lambe, desenvolvida pela Cia andante desde 2011 em diversas cidades como: Itajaí, Salvador e Curitiba. 

 

Em todos os encontros ocorreu a democratização do acesso a esta linguagem, bem como o aprimoramento e a troca de aprendizados entre os caixeiros. Esta é a mola propulsora do Encontro, que está ganhando amplitude de realização em âmbito internacional, como foi o caso do Festejo Mundial em Rede.  

 

Eventos dessa natureza e amplitude tem se tornado bastante comuns em tempos de redes sociais e realizações colaborativas. Vemos nisso uma forma de tornar o Teatro Lambe-lambe cada vez mais popular. 

Qualquer caixeiro pode fazer parte do Encontro. Sempre que houver pelo menos quatro caixas de  distintos artistas, configura-se um Encontro. É uma rede de artistas que se encontram, apresentam, divulgam, popularizam e fomentam a linguagem, contribuindo assim para o movimento do Teatro Lambe-lambe.

QUEM SÃO?

HISTÓRICO

Estes encontros começaram como uma iniciativa informal da Cia Andante de se apresentar, ocasionalmente, com outros artistas do Teatro Lambe-lambe. Assim, sempre que várias caixas se encontravam para apresentar, acontecia um Encontro de Caixeiros.

 

Em setembro de 2011 aconteceu o primeiro, no centro de Itajaí, com algumas caixas dos alunos da oficina da Cia Andante e caixas do Clube do Lambe-lambe de Jaraguá do Sul. Ali nascia o Encontro de Caixeiros.

 

Foi assim na Bahia em 2012, quando a Cia Andante esteve em Salvador e lá se organizou um Encontro de Caixeiros no Fórum Brasileiro de Educação Ambiental e no Pelourinho. Nestes encontros estiveram: Cia Andante, Iara Mares (Itajaí), Ismine Lima e Denise di Santos (as criadoras do Teatro Lambe-lambe) e caixeiros de Salvador.

 

Depois, no 6º e 7º Itajaí em Cartaz, artistas profissionais e alunos remanescentes das oficinas se apresentaram na Mostra Itajaiense.

Neste ano de 2013,  oficializou-se esta ação, quando se juntaram no Grito Rock Itajaí, dez caixas de Teatro Lambe-lambe de Itajaí, Balneário Camboriú e Jaraguá do Sul.

 

Em abril um novo encontro se realizou no 22º Festival de Teatro de Curitiba - Mostra Fringe, onde durante quatro dias as Companhias Andante (Itajaí - SC) e Teatro de Caixeiros (Ribeirão Preto - SP) se apresentaram. E na  programação do 7º Itajaí em Cartaz, 13 caixas se apresentaram. Desta vez, todos os caixeiros de Itajaí estavam lá: Cia Andante; Cia Mútua; Eranos Círculo de Arte; Linha da Mão; Ateliê Bonequiando; Cristalina Arte Cênica e Karoline Voltoline.

 

Ainda em 2013, no dia 30 de setembro, aconteceu o 1º Festejo Mundial em Rede, em comemoração aos 25 Anos de Teatro Lambe-lambe, onde realizou-se  mais um  Encontro de Caixeiros  em  Itajaí.

Dos Encontros de Caixeiros realizados surgiu a idéia do Festejo Mundial em Rede. O Festejo foi idealizado pela Cia Andante em 2013, ano em que o Teatro Lambe-lambe completava 23 anos de existência.

 

Foi realizado simultaneamente em diversas cidades, ganhando proporção internacional via redes sociais e pela articulação do movimento lambelambeiro de vários países.

 

FOTOS DO BAÚ!

Encontro de Caixeiros
Encontro de Caixeiros
Encontro de Caixeiros
Encontro de Caixeiros
Encontro de Caixeiros
Encontro de Caixeiros
Encontro de Caixeiros
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now